A Armada de Pedro Álvares Cabral

De acordo com as informações trazidas por Vasco da Gama, não seria fácil impor a presença portuguesa na Índia. A única hipótese de obter sucesso era pela força.

D. Manuel I não hesitou, mandou preparar uma grande armada: 13 navios com o dobro do tamanho dos anteriores, um bom carregamento de armas com 1500 homens, a bem ou mal tronar-se-ia senhor do comércio do Índico.

O capitão escolhido foi Pedro Álvares Cabral, fidalgo da corte que merecia a confiança do rei, com ele iam, entre outros, Bartolomeu Dias, o seu irmão Diogo Dias. Nicolau Coelho. O famoso piloto Pêro Escobar foi um homem que passou a história pelos feitos de navegador, e Pêro Vaz de Caminha por escrever muito bem. A ele se deve o relato minucioso do descobrimento do Brasil, pois a carta que enviou a D. Manuel sobre o assunto chegou até os nossos dias.

“E nesta maneira, Senhor, dou aqui a Vossa Alteza do que nesta vossa terra vi. E, se algum pouco me alonguei, Ela me perdoe, que o desejo que tinha, de Vos tudo dizer, mo fez assim pôr pelo miúdo.”

(Trecho da Carta de Caminha)

Imagem: http://revistapesquisa.fapesp.br/wp-content/uploads/2013/10/Memoria_Pedro_Alvares_Cabral_fleet1.jpg