Aventuras no atlântico

Pedro Álvares Cabral largou das margens do rio Tejo em Lisboa, a 9 de março de 1500.
A viagem decorreu sem maiores novidades  até Cabo Verde. A primeira ilha que avistaram foi a São Nicolau.

Esta etapa ficaria assinalada por um desastre incompreensível: a nau comandada por Vasco de Ataíde desapareceu sem deixar rastro, não houve nenhuma tempestade, incêndio ou pedido de socorro e apesar de todo esforço em procurá-la, não encontraram sequer vestígios de náufragos. Sumiu de uma vez, como se dizia na época “comeu-a o mar”.

Embora desgostosos, prosseguiram rumo a ocidente conforme as instruções recebidas.